Não tenhas Medo

Não tenhas medo,
não te sintas acorrentada,
pois eu não te prendo,
apenas quero que te sintas amada.

Não te sintas acorrentada,
adoro-te, tu sabes que sim!
Parece que estás amarrada,
e eu só espero que procures por mim!

Adoro-te, tu sabes que sim!
Eu nunca te vou deixar,
e por favor, nem penses que sou assim,
porque eu sempre te vou adorar!

Eu nunca te vou deixar,
porque se calhar até sou diferente!
Consegues por-me a pensar,
pois és tudo o que tenho na minha mente!

Porque se calhar até sou diferente,
não tenhas medo, eu estou aqui,
apenas pára...e agora sente,
que eu não sou ninguém...sem Ti!

Adoro-te! Isto é para ti!

2 comentários:

como pode alguem escrever assim e no fundo ser um ser egoista... que preocupada em gozar a vida nao ve quem magoa e apenas utiliza as pessoas...
carrego em mim a magoa de que confiou e se desiludiu... carrego em mim a tristeza de pensar horas a fio que era a culpada por tudo ter dado errado... terei sido eu?
perante ti me entreguei e perdi tudo o orgulho,o amor-próprio, humilhei me vezes sem conta na esperança de te voltar a ter...
agora entendo... que nao fui eu a culpada... porque enquanto estavas cmgo, pensavas em algo muito distante dali, lembras-t? nao é dificil perceber quem errou... que foi egoista o suficiente para se aproveitar de alguem que gostava de ti.
agora vejo-t escrever poemas de amor, e penso "será alguem como tu capaz de escrever algo assim?"
afinal o amor muda as pessoas... espero que aprendas algo com a vida, e que aprendas que nao se utiliza as pessoas.

2 de jul de 2008 11:06:00  

Para quem quer que tu sejas, acho que o teu anonimato diz tudo!
Sem me querer alongar muito, eu escrevo o que sinto, se não és feliz não é por minha culpa! Se calhar não soubeste aproveitar as oportunidades que te dei, sendo tu quem sejas!

2 de jul de 2008 15:08:00  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

AdSense Ads